Inclusão e diversidade



 

Inclusão e diversidade

 

São Paulo, que ontem comemorou 462 anos de existência, é conhecida por sua diversidade racial, social e cultural. Por ser um polo econômico e industrial do país, também é referência quando o assunto é trabalho, vista como o lugar ideal para aqueles em busca de melhores condições de vida.

 

Essa diversidade existente na cidade, também foi verificada no mercado de trabalho, por meio de uma pesquisa inédita, que analisou o perfil racial, social e de gênero dos 200 maiores fornecedores da Prefeitura de São Paulo.

 

Os dados, que serão divulgados na íntegra no próximo dia 28 de janeiro, não surpreendem aqueles que trabalham com a temática racial:  apesar de ser a cidade com o maior número de negros no país, esse índice não reflete no ambiente corporativo. Há ainda, uma desigualdade em salários ou posições de liderança quando se compara brancos e negros ou homens e mulheres.

 

O cruzamento desta pesquisa com alguns estudos preliminares sobre as ações afirmativas já realizadas no município, demonstra que onde há uma política de inclusão, há uma mudança substancial não só na diversidade,  mas também na produtividade de trabalho.

 

Esta é a primeira vez que um organismo público solicita um estudo sobre o perfil de seus fornecedores. A iniciativa abre um caminho sem volta para as políticas de inclusão racial e de gênero no Brasil.

 

Que o estudo possa contribuir para a construção de ações articuladas entre os setores público e privado e de medidas efetivas em prol da diversidade e da inserção de negros e mulheres no mercado de trabalho.